Tecnologia

Apple quis barrar app que mede conexão de serviços como Netflix e Spotify

Se você às vezes duvida que alguns serviços como Netflix, Spotify, Skype, YouTube, Vimeo e alguns outros refletem a velocidade de conexão que você realmente tem, saiba que não está sozinho. Muita gente já relatou sentir essa diferença sem ter muito como comprovar, mas agora um aplicativo pretende detectar o que se chama de neutralidade da rede, algo que o governo norte-americano vem tentando impor às empresas de telecomunicação.

Segundo uma reportagem da Motherboard, a Apple teria proibido o aplicativo Wehe, capaz de mostrar a que velocidade certos serviços estão funcionando e como na realidade deveria ser. Em troca, os usuários podem colaborar com a pesquisa realizada pelo desenvolvedor do medidor, o pesquisador David Coffnes da Northeastern University. Esse estudo vai reunir informações sobre a neutralidade da rede nos EUA.

aImagem do Wehe medindo a velocidade de alguns serviços

Proibição confusa

O problema da neutralidade da rede está apenas começando a ser discutido e, aqui no Brasil, quase ninguém fala sobre o assunto ainda

A Apple rejeitou o aplicativo e afirmou que o Wehe é um app que não tem utilidade para o usuário final e que ele pode enganar as pessoas fornecendo dados imprecisos. Após a reportagem da Motherboard, a Apple voltou atrás e disse que vai liberar o uso do Wehe e disponibilizar o medidor na App Store. A empresa se desculpou com o desenvolvedor e apenas pediu uma explicação melhor sobre como o aplicativo realiza as aferições.

O problema da neutralidade da rede está apenas começando a ser discutido e, aqui no Brasil, quase ninguém fala sobre o assunto ainda. Certamente, deve ser uma das próximas grandes polêmicas da internet, afinal, se eu tenho um serviço de internet de uma velocidade fixa, por que sou obrigado a usar serviços com uma conexão mais lenta que aquela?

Cupons de desconto TecMundo:

Deixe sua opinião

Clique aqui para deixar sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade